Hoje amanheceu triste
a minha casa está no centro do nevoeiro
ouço o mar e ao longe o farol
canta a sua tristeza repetidamente
o que quer dizer que o nevoeiro
está aqui e em todo o lado. 
Cheira à roupa lavada que levaste
e ficou ali um copo com a marca dos teus lábios 
que pintaste antes de saíres,
ainda vejo as marcas dos teus sapatos
na areia molhada. 
Fico à janela à espera 
que o nevoeiro desista de te esconder.



16 comentários:

  1. A expetativa do regresso do nosso eu corpóreo que partiu
    Gostei

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, quaisquer que sejam as suas palavras são sempre um apoio.
      Até amanhã.

      Eliminar
  2. Uma excelente técnica na construção das frases/versos que se mantêm relativamente homogéneas até ao final, sempre inesperado, é o que vejo por entre este nevoeiro L. E gosto destas imagens minimalistas, mais nuvens chovendo do que árvores ao longe.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia. Os seus comentários são muito simpáticos e importantes na sua avaliação. Gosto muito de poder contar com as suas visitas.
      Um Bom Dia e as suas melhoras.
      Um abraço também.

      Eliminar
  3. foste
    sem ir
    sobre a mesa ficou o meu alibi
    a marca de baton no copo

    sabes?!

    não, claro que não, mas escondi o copo
    e não o lavei~
    ficará assim até eu morrer

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela resposta tão criativa. É um gosto saber que as nossas palavras fazem eco.
      Até logo, boa tarde.

      Eliminar
  4. Hoje amanheceu colorido
    A minha casa ficou pintada de azul
    O mar é azul e as suas marés
    Cantam uma aria em tons de sonata
    A elevar os azuis que se misturam no ar
    E a brisa leve balouça suavemente
    Chega-me um cheiro da roupa que vestiste
    E olho através da vidraça
    O teu vulto a voltar para a rua que te leva â praia
    Não sei porque levaste os sapatos vermelhos
    De salto alto
    Acho que foi para me avisares
    Que voltas rápido e que me queres aqui
    Esperando….

    Boa semana, com muita inspiração....a aguarela está um must!

    beijinhos

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bonito o seu poema com a mesma temática que o meu mas mais esperançoso.
      Muito interessantes os seus comentários. Ficarei à espera dos próximos sempre curioso.
      Obrigado.

      Eliminar
  5. Foi feito agora de improviso ao ler o seu
    é como se fosse o seu mas com mais leveza
    coloquei cor na sua sombra

    espero que não fique zangado, foi a minha maneira decomentar.

    mas, gostei do seu.

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que não fico zangado fico até satisfeito por ter feito uma alternativa menos fatal.
      Obrigado.

      Eliminar
  6. Com meu jeito de adivinha
    cheio de boas maneiras
    sei que o desenho a seguir
    é o Sol em chupa-chupa
    ladeado por duas cadeiras.

    Adivinhei?

    ResponderEliminar