Foto do autor do texto 



Uma nostalgia começa 


Talvez te lembres, leitor

daquele copo de cerveja gelada que bebeste golo a golo

numa esplanada de Espanha num dia de muito calor

e como isso foi uma referência para sempre. 


Talvez te lembres, leitor

de entrares numa cidade com um castelo no alto

que já vias de longe parecendo-te irreal

e como isso te iluminou como um clarão só em ti. 


Talvez te lembres, leitor

dos primeiros acordes num concerto

em que tiveste que equilibrar as lágrimas

e como isso te tornou perfeito por momentos. 


Talvez te lembres, leitor

do livro onde encontraste em cada linha

as palavras que falavam por ti

e como isso te elevou. 


Nada do que ouviste dizer pode ser verdade

mas não tens voz que chegue

para competir com um silêncio tão sólido. 


Uma nostalgia começa. 




 

21 comentários:


  1. Sei bem o que é a nostalgia... e ainda bem!
    É sinal de que vivi todas essas emocionantes experiências.

    Beijinhos nostálgicos
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. Interessante o POETA falar directamente com o leitor / com a leitora.
    A nostalgia começa, quando vejo a fotografia que me fala de Espanha, e eu continuo prisioneira em Düsseldorf.
    Um dos meus presentes de natal é uma viagem a Bilbão, afim de visitar o famoso museu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Guggenheim Bilbao. Vale a pena. Oxalá se concretize esse seu presente de natal.

      Eliminar
    2. Sou louca pela obra do arquitecto Frank Gehry, daí querer visitar o Museu Guggenheim de Bilbão.
      Até ao verão tudo vai voltar à normalidade. Digo eu.

      Eliminar
  3. Já tive experiências iguais ou semelhantes às referidas e nem todas em trazem essa sensação nostálgica.
    Suporto bem a nostalgia, eu e ela já somos velhas amigas! Ela, diz-me a cada passo, que ainda estou VIVA!
    Pior é a melancolia, a tristeza. Dessa sensação não gosto e já a expulsei de vez.

    Um abraço de Boa Noite!

    PS- Se eu fosse a si seguia o exemplo de Mr. X e falava antes para a leitora.
    Acho isso tão bonito e atencioso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, vamos tentar fugir à tristeza.
      Peço que me desculpe de discordar com a sugestão do seu PS. É que, se eu me dirigir às leitoras, ficam de fora os leitores, não me parece justo essa tentativa de sedução do público feminino.
      Boa Noite e um abraço também.

      Eliminar
    2. Então, e se se dirigir ao leitor não deixa as leitoras à parte?
      Não se trata de tentativa de sedução, é mais uma forma de alterar o paradigma... :)

      Eliminar
    3. Na nossa língua ainda funciona assim, quando digo leitores designo os dois sexos mas se disser leitoras deixo os masculinos de fora. Não sou adepto desses bloquismos esquerdistas mesmo que pretensamente simpáticos. Desculpe a minha sinceridade. Neste caso não vejo que haja lugar a um paradigma para ser alterado.
      Vejo com simpatia este debate e por isso lhe envio mais um abraço.

      Eliminar
    4. Seja então como for sua vontade.
      Boa Noite

      Eliminar
  4. Gostei de ler. Lembro de muitas coisas com saudade, de outras com tristeza. Quem dera que o avançar da velhice, não me roube essas lembranças.
    Abraço, saúde e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos manter essas memórias. Obrigado pela visita e pelas suas palavras.
      Saúde também para si, boa passagem de ano e
      Um abraço.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. To życie dostarcza nam materiału, z którym piszemy. Dziękuje za wizyte.
      Dobry rok 2021.
      Uścisk
      Tłumaczenie Google

      Eliminar
  6. Existem fatos que ficam gravados na mente. Beber uma cervejinha fresca, numa esplanada, num dia de calor, pode ser um desses fatos
    Gostei muito do poema e da imagem
    .
    Semana feliz
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  7. Caro Amigo
    quem nunca sentiu tudo isso, não viveu!
    gostei muito!
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais um texto que fala de experiências comuns a muitos de nós.
      Um abraço.

      Eliminar