Para Amy


Cheguei tarde à tua voz. 

Voltaste para o negro

mas essa voz ficou no lugar

que tenho para ti no meu tempo. 

Perdoo-te que não quisesses mais

ficar neste mundo minúsculo 

com um copo suspenso nas mãos 

assistindo aos resíduos das canções,

reconheço em ti a capacidade

para fazer essa viagem. 

Da terra, sai música.




12 comentários:

  1. Consigo fico e me associo nesta homenagem à jovem Amy.
    Ainda que me custe voltar para o luto...

    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, tomo em consideração a sua boa vontade.
      Uma noite descansada.

      Eliminar
  2. Da terra, sai música.
    Realço este verso.
    Gostei bastante, porque adoro música e adoro poesia

    ResponderEliminar
  3. Também eu fiquei presa a este seu último verso. É a mais pura das verdades; "da terra, sai música.".

    Abraço, L.

    ResponderEliminar
  4. Uma grande voz cuja dona deixou que se "calasse" tão cedo.
    Elogio o bom gosto musical

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a sua vinda e as suas palavras.
      Bom fim de semana também para si.

      Eliminar
  5. Uma vida perdida cedo demais
    mas ela assim decidiu

    :(

    ResponderEliminar