Foto do autor do texto


 

Hoje estou zangado com Deus ___

___ ou com a natureza


A grande falha do mundo

sou eu

a grande imperfeição dos dias

sou eu. 


Sou eu 

desde que abandonei

o Deus imperfeito

     dos desastres do mundo

     das mortes inocentes

     das armas carregadas

     das matilhas esfaimadas

     dos homens, mulheres e crianças 

     sem bússola

o Deus imperfeito que responsabiliza

os homens, as mulheres, as crianças. 


Os deuses são ideias nossas

a natureza também discute deus

e é invencível no seu castigo

     ou Deus é a natureza

     invencível na crueldade? 


Guardo numa caixa o terço da minha mãe 

e adormeço a folhear a Bíblia.


 


23 comentários:

  1. Meu Deus, tanta heresia
    Fique sabendo
    que Deus é infinitamente bom
    só que infinitamente lento

    Quanto à Bíblia
    já alguém,
    a que devoto grande estima
    dizia
    ser um Manual de Maus Costumes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livro preferido do Brecht era esse „Manual de Maus Costumes“.
      O Velho Testamento é ainda mais violento do que os livros policiais escandinavos. ADORO.

      Após o filme sobre a Natália — agradeço a dica do Luís — digo simplesmente boa-noite.

      Eliminar
    2. Meus amigos, sinto apoio ao texto de hoje, irónico o do Rogério e explicito o da Teresa.
      Até amanhã.

      Eliminar
  2. I really like the blog and I hope people will have a new blog, thanks for the blog
    Casino Online2021-2022

    ResponderEliminar
  3. A grande falha de nós mesmos é o que pensamos de nós.
    Sempre imperfeito

    ResponderEliminar
  4. Grande e Poderoso é (deve ser) o Deus que carrega nas costas os pedidos de protecção dos aflitos, na sua crença interesseira, e - pobre Deus - ainda tem de aturar as acusações dos não crentes, mas...coisa incrível - nEle não crendo, o culpam de todas as desgraças que acontecem no Mundo.
    Desgraças essas, que acontecem pela incúria, ganância e egoísmo do ser humano e, ainda mais, também é culpado das desditas pessoais de cada um dos não crentes.
    Ah...se eu fosse Deus...

    O "Cântico dos Cânticos" tem poesias belíssimas.
    Não me admiraria nada se, de quando em vez, o autor se fosse lá inspirar.

    Um abraço.
    (E um bom dia, quer chova quer faça sol.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, hoje é dia de chuva.
      A natureza está a responder à "incúria, ganância e egoísmo do ser humano" que no entanto põe as mãos e reza a Deus, depois ou antes de tantas malfeitorias.

      Tudo me inspira, a frase mais simples pode ser o início.
      Bom Dia, mesmo com chuva.
      Um abraço.

      Eliminar
    2. Há que tentar compreender certos "fanatismos" relogiosos, diria quase obrigatório, por parte dos quem "idolatram" e defendem com unhas e dentes, certas figuras da Europa de Leste, - e outros, da América do Sul - tiranos, ditadores, que em nome da classe operária, os subjugaram e ainda o fazem. Esses, querem ser os Deuses terrenos...e não lhes faltam crentes e seguidores...
      Será porque a sua 'crença' os cega? Pois não sei...Só sei que cada um de nós é responsável pelos próprios actos. Colhe o que semeia.

      Eliminar
    3. Quando entramos pela política, aí já os conceitos são discutíveis porque estamos a falar da realidade, não pode ser comparado às religiões que assentam apenas na fé.
      Qualquer dos assunto levaria horas e espaço de discussão e, de certeza, nada se concluiria, cada um com as suas opções de fé e, no caso da política, com as suas opções de classe.

      Gosto de tertúlias, infindáveis, se houver espaço e tempo.
      Um abraço.

      Eliminar
    4. "...opções de claasse"?

      Não percebi, nem tenho agora tempo para esperar a sua resposta.

      Um abraço sem «classes»- de igual pra igual.

      Eliminar
    5. Sim, um abraço de igual para igual mas se fosse com o Salgado (e outros da mesma colecção) já não poderia dizer isso.

      Eliminar
    6. Ó Luís, o homem é uma pessoa como outra qualquer. A diferença é que nasceu no seio de uma família abastada e eu numa família humilde. De resto já estive frente a frente com ele e cumprimentou-me com todo o respeito, com um vigoroso aperto de mão.
      Está a ver como as coisas são?

      Eliminar
    7. De facto ele não é uma pessoa como outra qualquer, na sua vida profissional prejudicou muita gente que trabalhou e a quem ele extorquiu o dinheiro de uma vida de trabalho além de ter "alegadamente" corrompido pessoas que lhe davam jeito. Ele ter-lhe apertado a mão não faz dele um ser menos inaceitável, para não dizer outra coisa. Isso das famílias abastadas e das famílias modestas tem que se lhe diga, ande para trás no tempo e pergunte-se "como começou essa diferença entre as pessoas?"

      Eliminar
  5. Deus tem de ser castigado, por nos ter feito com tantas IMPERFEIÇÕES.
    Ou fomos nós, que o criamos TÃO IMPERFEITO?!

    Perfeito está o dia de hoje … e eu já com um pé fora de casa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O homem criou Deus e o homem na sua infinita misericórdia para com Deus, tudo lhe perdoa.
      Aqui chove.

      Eliminar
    2. Se não subvertermos o mundo não avança e os pobres serão sempre pobres.

      Eliminar
    3. ...e subvertendo os factos, ficam todos no mesmo patamar de riqueza ou enriquecem os pobres e empobrecem os ricos?

      Eliminar
    4. Essa forma de pôr a situação é muito simplista. O que se pretende não é o igualitarismo mas sim uma sociedade sem classes antagónicas. Não se pretende inverter a situação e passar a haver ricos e pobres ao contrário.

      Eliminar
  6. No será para tanto.Será que no te valoreas, como te mereces.

    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hay momentos en nuestras vidas en los que no creemos en lo que somos y en lo que hemos hecho. Un abrazo.

      Eliminar