Entre as nossas casas há um caminho

com apenas uma curva.




23 comentários:

  1. As nossas casas representam a nossa solidão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais. Somos o nosso próprio silêncio.

      Eliminar
    2. Não vejo silêncio na aguarela desta noite — vejo sim, vontade de união — vencendo todos os impedimentos / todas as curvas.

      Eliminar
    3. A quebra do silêncio é a saída da nossa casa em direcção à outra casa.

      Eliminar
    4. Era isso mesmo o que eu queria dizer.
      Digo boa noite, levando a beleza da aguarela comigo.

      Eliminar
  2. Lindíssima, a aguarela!

    Aqui, neste espaço adimensional no qual as coordenadas nunca correspondem à distância real, nem sequer dou pela curva...

    Abraço, L.

    ResponderEliminar
  3. Original e interessante essa aguarela...
    Pelo que me é dado observar, para um encontro, será mais fácil o/a ocupante da casinha azul vir a descer por aí abaixo,
    em vez do vizinho subir a ladeira...

    Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é uma boa ideia, o regresso é que vai ser mais difícil.
      Boa Tarde!

      Eliminar
    2. Os regressos, aos lugares de onde se partiu, são sempre difíceis. Sejam eles a descer ou a subir.
      A não ser...que ao invés de um, regressem dois...um, amparando o outro. Não lhe parece?

      Eliminar
  4. Espero que a sinuosidade da curva, não afecte a amizade entre os habitantes das duas casas.

    ResponderEliminar
  5. Uma aguarela muito sugestiva.
    Num espaço tridimensional, a distância mais curta entre dois pontos, pode ser uma curva.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Oh MEus DEus!
    De uma casa a outra vão apenas alguns passos.
    E está tudo dito.
    Basta contornar a curva e ir...ir

    ;)

    ResponderEliminar